Arquivos
  • 08/2005
  • 09/2005
  • 10/2005
  • 11/2005
  • 12/2005
  • 01/2006
  • 02/2006
  • 03/2006
  • 04/2006
  • 05/2006
  • 06/2006
  • 07/2006
  • 08/2006
  • 09/2006
  • 11/2006
  •  
    Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com
     
    eXTReMe Tracker

    2.10.05


     
    O Tombo
    Cair é desagradável. Você não tem como evitar, não adianta descobrir o que causou e ainda pode se machucar.
    O interessante é que dá margens à várias metáforas. É algo mais forte te jogando no chão.
    Daí você se dá conta o quanto cai. Cai em contradição. Cai na conversa dos outros. Cai nos seus pensamentos. Cai de quatro.
    Eu vou atrás do motivo - um chão molhado - mas isso é o que menos importa. O mais interessante é quando levanta, nem repara se está muito machucado, se conseguiu andar é o que importa. Os possíveis hematomas você vai descobrindo depois.
    E o tombo teve vários desmembramentos. O principal foi descobrir que Édipo na verdade era um grande Narciso.
    E que a minha síndrome de nossa senhora ainda vai me levar à cruz.
    Não tem jeito, preciso adicionar uma dose de insensibilidade na minha vitamina diária. Talvez resolva. Ou talvez atraia alguns masoquistas.
    Como não existe investimento sem risco...
    Não adianta, detesto mesmo rótulos e coisas muito óbvias.
    E vale o antigo conselho de minha virtuosa mamy: "Quem desconfia muito é porque faz".
    Prefiro pecar por excesso do que por falta. Não tolero omissão.
    Quantos pecados capitais cometemos mesmo por dia, hein?


    3:53 da tarde