Arquivos
  • 08/2005
  • 09/2005
  • 10/2005
  • 11/2005
  • 12/2005
  • 01/2006
  • 02/2006
  • 03/2006
  • 04/2006
  • 05/2006
  • 06/2006
  • 07/2006
  • 08/2006
  • 09/2006
  • 11/2006
  •  
    Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com
     
    eXTReMe Tracker

    16.2.06


     
    LUA DE FEL
    Acho que o orkut (isso sem mencionar a internet de uma maneira geral) foi a grande sacada psicanalítica do século.
    Instiga a sublimação, estimula a histeria, alimenta a paranóia e as pessoas nem percebem.
    Ou se percebem, tem a certeza de que algo as protegem.

    Pelo orkut, você descobre:

    *Se é sexy, pop, confiável e bla bla bla
    *A preferência sexual de alguém
    *Que uma amiga deseja engravidar
    * Intimidade das pessoas
    *Que as pessoas mentem
    * Você vira "stalker" e se questiona por isso...

    Mas isso, a moça que se destaca na multidão já tinha falado melhor de outra maneira.

    Sei que ela me concederá licença poética para transcrever seu post aqui:

    Acho mesmo que eu careça de interpretação, mas quanto à parte de privacidade, pouco me importa. As pessoas têm blogs, orkuts, flogs e afins, e ainda insistem em negar seu exibicionismo. É tudo ego. Para as grandes verdades ou os poucos segredos já existe email.

    A minha grande pergunta é:
    Porque insistem em negar o EGO???
    E o exibicionismo?

    Sim, eu faço perguntas demais.

    *Falando em mentiras, aquelas sinceras me interessam, sim.
    Aquelas contraditórias eu dispenso com força.

    O grande recado do filme "Dogville" é:
    Quando você se oferece por completo à uma pessoa, acaba por corrompê-la.
    Pois bem, cansei de corromper.
    Quero agora ser corrompida
    .

    Daqui para a frente, toda vez que eu for chamada de paranóica, vou levar isso como um elogio daqueles.
    Até aqui, a minha paranóia se mostrou intuitiva. E certeira.

    Não é a toa que torço a cara para os passionais demais.
    Aqueles que vivem no extremo: "vamos jogar tudo para o alto, você é minha obsessão, bla bla bla...", mereciam a guilhotina.

    Aprender a diferença entre amor e paixão é imprescindível.
    Ou então, é melhor não largar as fraldas

    Cansei dos Édipos - Narcisos.
    Basta.
    Que venham os outros arquétipos.
    Ou que eu feche o parque de diversões.

    E, sim, estou em processo de tratamento a la "Brilho eterno de uma mente sem lembranças".
    Inquestionavelmente.
    Para quem achava que eu já não era "docinha", saberão o que é o fel agora.
    Para quem não me rotulava, sou a mesma jacu de sempre
    :)
    P.S: Amantes imaginários dão menos trabalho.
    E o meu tem a boca mais perfeita da face da terra.
    E não falo de Angelina Jolie, não.
    Hehehe. (para não dizer que eu perdi o bom humor)


    2:39 da manhã